Justiça aprova teste de qualidade em combustível

Projeto de lei de Pazolini segue agora para os colegiados de Defesa do Consumidor e Finanças

Por Redação Web Ales

Frentista segura bomba de combustível
Posto deverá atender à solicitação do consumidor, segundo a proposta / Foto: Divulgação

As notícias de fraudes em combustíveis comercializados no Brasil são frequentes, o que deixa boa parte dos motoristas insegura na hora de escolher o posto para abastecer. Dar mais segurança a esses consumidores é o objetivo do Projeto de Lei (PL) 611/2019, que teve parecer pela constitucionalidade da Comissão de Justiça nesta terça-feira (25). O relator do projeto foi o deputado Vandinho Leite (PSDB), que destacou a competência concorrente do Legislativo estadual para legislar sobre direito do consumidor.

A iniciativa do deputado Delegado Lorenzo Pazolini (Republicanos) obriga os postos de combustíveis a realizar o teste de qualidade no combustível líquido antes ou depois do abastecimento do veículo, quando o consumidor solicitar. O projeto também prevê que em cada bomba seja afixada a seguinte mensagem: “Todo revendedor varejista de combustível automotivo é obrigado a realizar o teste de qualidade de combustível líquido, antes ou depois do abastecimento do veículo, dependendo da sua solicitação”.

“Muitas pessoas já constataram que, ao abastecer o veículo em um posto de combustível, logo após sua saída o automóvel começa a demonstrar problemas que não possuía antes e um expressivo aumento no consumo do combustível inserido. Isso deixa claro que o combustível utilizado não está de acordo com as normas técnicas expedidas pela Agência Reguladora Federal ANP (Agência Nacional do Petróleo)”, diz Pazolini na justificativa do projeto.

A matéria agora segue para debate do mérito, ou seja, sobre as questões que tratam do conteúdo, nas comissões de Defesa do Consumidor e Finanças.

Outras deliberações

A Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa deliberou sobre 18 matérias na reunião desta terça. Os deputados realizaram análise técnica de 12 proposições. Dentre elas, 11 foram consideradas constitucionais e seguem para apreciação de outras comissões permanentes da Casa e uma teve votação pela inconstitucionalidade.

Outras quatro matérias haviam recebido despacho denegatório, parecer prévio da Mesa Diretora para iniciativas que apresentam flagrante desconformidade com a Constituição Estadual ou com o Regimento Interno da Casa. Um dos casos ocorre com propostas que apresentam vícios de iniciativa, ou seja, situação em que o Parlamento estadual não teria a competência para legislar sobre o assunto proposto. Nessas situações, os autores das matérias podem recorrer do despacho à Comissão de Justiça, que emite parecer, acatando ou não o recurso do proponente da matéria.

Para dois projetos de lei o colegiado decidiu pela manutenção do despacho denegatório. Para outros dois, os membros da comissão votaram pela rejeição, o que significa que as propostas continuam a tramitar. Um deles é o Projeto de Lei (PL) 764/2019, do deputado Marcos Garcia (PV), sobre a obrigatoriedade de cobertura de vagões de carga que trafeguem pelas rodovias do estado. O relator deputado Vandinho Leite (PSDB) entendeu que o objetivo do proponente era sobre questões de controle da poluição e, portanto, matéria de competência concorrente entre municípios, estados e a União por tratar de meio ambiente.

Outro despacho denegatório rejeitado foi o aposto ao PL 40/2020, de iniciativa do deputado Vandinho Leite. A proposta regulamenta questões de saneamento básico referentes à exigência de níveis mínimos de tratamento de esgotos sanitários, antes de seu lançamento em corpos d’água. 

First slide
First slide
First slide
First slide
First slide
TV Assembleia exibe entrevista com Dary
Edição inédita do programa Com a Palavra vai ao ar nesta sexta-feira
Dois novos projetos sobre ICMS começam a tramitar
Doutor Hércules propõe alíquota zero para o arroz; já Executivo quer isentar as doações de materiais de prevenção à Covid feitas à Justiça Eleitoral
PL sobre recursos para cultura tramita em urgência
Proposta estabelece, entre outros pontos, as regras para concessão de renda emergencial a trabalhadores do setor, prevista em lei federal
PL prevê psicólogo para mulher vítima de violência
Atendimento deve ser prestado nas delegacias de Polícia Civil logo após apresentação da denúncia, de acordo com a proposta 
TV Assembleia exibe entrevista com Dary
Edição inédita do programa Com a Palavra vai ao ar nesta sexta-feira
Dois novos projetos sobre ICMS começam a tramitar
Doutor Hércules propõe alíquota zero para o arroz; já Executivo quer isentar as doações de materiais de prevenção à Covid feitas à Justiça Eleitoral
PL sobre recursos para cultura tramita em urgência
Proposta estabelece, entre outros pontos, as regras para concessão de renda emergencial a trabalhadores do setor, prevista em lei federal