Por videoconferência, comissões retomam reuniões

Anúncio de liberação da modalidade para os colegiados foi feito na sessão desta quarta (13)

Por Gabriela Zorzal | Atualizado há 3 meses

Ales vem realizando sessões virtuais
Foto: Assessoria

A reunião virtual dos colegiados temáticos está liberada de acordo com o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Erick Musso (Republicanos). Ele conversou com os parlamentares, durante a sessão ordinária virtual desta quarta-feira (13), diante da demanda apresentada pelos pares para o retorno das reuniões das comissões. Vale registar que essa semana o plenário aprovou uma legislação interna para organizar o “plenário virtual”. 

“Nós nos organizamos para isso. Compramos as licenças necessárias para poder fazer a reunião das comissões. O nosso intuito é atender a todos os deputados. Então, a partir de agora, tendo acordo entre os membros, não há impedimento técnico para que as comissões se reúnam por videoconferência”, explicou Musso. 

Confira fotos da sessão

O deputado Dr. Hércules (MDB), presidente da Comissão de Saúde, destacou essa semana que o colegiado já estava com uma agenda marcada com profissionais da área justamente para tratar da situação da pandemia pelo novo coronavírus. Iriny Lopes (PT) falou que está sendo demandada por representantes de instituições para fazer uma agenda sobre saúde mental. Gandini (Cidadania) já tinha registrado em outras oportunidades a necessidade de reunião virtual da Comissão de Justiça, responsável por uma primeira análise de praticamente todas as propostas legislativas que tramitam na Casa. 

Para as reuniões, o presidente orientou que os deputados se organizem para garantir a publicidade dos atos, organizar a transmissão ao vivo pela TV Assembleia e também pelo canal do Youtube, da mesma forma que acontece com a sessão ordinária virtual. 

132 anos da Lei Áurea

A abolição da escravatura no Brasil completa, nesta quarta-feira (13), 132 anos. A data foi lembrada pelo deputado Pastor Marcos Mansur (PSDB), durante a sessão ordinária virtual, com tom de reflexão em vez de comemoração. 

“Não é uma data para comemorar muita coisa, mas para se conscientizar sobre a importância do negro na construção do país, na consanguinidade do Brasil, na formação da identidade brasileira. O país tem uma dívida de valorização, de respeito e de inclusão social do povo negro nas mais diversas áreas”, registrou Mansur. O parlamentar destacou que o Brasil precisa avançar na luta contra o preconceito. “Vivemos em um país muito preconceituoso. Esse preconceito precisa ser combatido diariamente, nas pequenas coisas, nas piadas e brincadeiras desrespeitosas”, completou. A Lei Áurea, de 13 de maio de 1988, foi o dispositivo legal que extinguiu a escravidão no país. 

Transparência de dados

A liderança do Espírito Santo no índice de transparência de dados relativos ao novo coronavírus também foi destaque na sessão ordinária. O Índice de Transparência da Covid-19 é elaborado pela ONG Open Knowledge Brasil (OKBR), também conhecida como Rede pelo Conhecimento Livre. Os dados apresentados detalham informações sobre raça/cor, escolaridade, comorbidades, sintomas, entre outros. 

“A divulgação de dados é essencial para dar norte as decisões sobre a pandemia. Por isso a transparência é fundamental nesse momento”, destacou Gandini (Cidadania). Luciano Machado (PV) também fez coro. “O Estado ganhou destaque nos últimos dias como o mais transparente com relação a pandemia no Brasil. O governo estadual não pecou pelo excesso, apesar do desgaste desse momento”. 

Enem

A manutenção do calendário do Enem mesmo com a suspensão de aulas por conta da pandemia pelo novo coronavírus foi alvo de críticas pela deputada Iriny Lopes (PT). As inscrições para o exame estão abertas e as provas seguem marcadas para o mês de novembro.

“Estamos no meio de uma pandemia e pouco sabemos sobre a solução concreta do Covid-19, já que não temos vacina. Essa situação mexeu com o funcionamento de todos os governos. O que espanta, nesse momento, é o Ministério da Educação manter inalterado o calendário do Enem. As provas estão marcadas para novembro, mas as escolas não estão funcionando em regime normal. E muitas não têm condições de dar assistência aos alunos nesse período de pandemia de forma remota”, criticou a parlamentar.

Aprovada mudança no prazo para pedir quitação de débitos
Expectativa do governo, autor do projeto, é que medida gere um aumento de arrecadação durante a pandemia
Lei autoriza ES a receber trecho de rodovia federal
Norma é um passo para estadualização de trecho compreendido entre o entroncamento da BR-101/ES-010 e o acesso norte à cidade de Vitória
Justiça debate cobrança de taxa de esgoto
O tema previsto em projeto de lei recebeu atenção do colegiado por conta da alta taxa cobrada da população em relação ao consumo de água
Agência reguladora deve ter mais atribuições
Para ampliar abrangência das atividades de controle e fiscalização exercidas pela Agência de Regulação de Serviços Públicos, Executivo propõe alterar legislação em v...
Aprovada mudança no prazo para pedir quitação de débitos
Expectativa do governo, autor do projeto, é que medida gere um aumento de arrecadação durante a pandemia
Lei autoriza ES a receber trecho de rodovia federal
Norma é um passo para estadualização de trecho compreendido entre o entroncamento da BR-101/ES-010 e o acesso norte à cidade de Vitória
Justiça debate cobrança de taxa de esgoto
O tema previsto em projeto de lei recebeu atenção do colegiado por conta da alta taxa cobrada da população em relação ao consumo de água