Projeto orienta descarte de óleo culinário

Matéria do deputado Rafael Favatto estabelece responsabilidade de restaurantes e congêneres quanto à coleta e reciclagem do produto

Por Márcia Tourinho

Rafael Favatto
Iniciativa é de Rafael Favatto / Foto: Tati Beling

O deputado Rafael Favatto (Patriotas) quer criar medidas para orientar o processo de coleta e reciclagem de óleos de origem vegetal e animal de uso culinário e seus resíduos no Estado. O objetivo do Projeto de Lei (PL) 1019/2019 é diminuir os impactos ambientais que o descarte inadequado deste produto pode causar.

A proposta prevê a responsabilidade dos estabelecimentos industriais e comerciais envolvidos, como bares, lanchonetes, restaurantes e padarias em promover o descarte considerando algumas questões como o acondicionamento do material em recipientes adequados e lacrados, com identificação que alerte para o uso impróprio, e que  este material seja destinado aos serviços de coleta seletiva ou aos postos de arrecadação credenciados ou licenciados para esta finalidade.

O Projeto também orienta que tais resíduos não podem ser colocados em pias, ralos ou canalização que levem ao sistema de esgoto público; em ruas e sarjetas; em bueiros ou canalizações que levem ao sistema de drenagem de águas pluviais, córregos, lagos, lagoas, lençóis freáticos, mar ou qualquer manancial.

“Se descartados indevidamente na rede de esgoto os óleos se acumulam nos encanamentos, causando entupimentos, refluxo de esgoto e até o rompimento das redes de coleta. Para desentupir esses encanamentos é necessário usar substâncias químicas altamente tóxicas, que além de encarecer o tratamento da água, também podem causar prejuízos ao meio ambiente”, alerta o deputado.

Tramitação

Lida em Plenário no dia 11 de dezembro de 2019, a matéria será analisada nas comissões de Justiça, Meio Ambiente e Finanças.

Deputados: Rafael Favatto
Aprovada mudança no prazo para pedir quitação de débitos
Expectativa do governo, autor do projeto, é que medida gere um aumento de arrecadação durante a pandemia
Lei autoriza ES a receber trecho de rodovia federal
Norma é um passo para estadualização de trecho compreendido entre o entroncamento da BR-101/ES-010 e o acesso norte à cidade de Vitória
Justiça debate cobrança de taxa de esgoto
O tema previsto em projeto de lei recebeu atenção do colegiado por conta da alta taxa cobrada da população em relação ao consumo de água
Agência reguladora deve ter mais atribuições
Para ampliar abrangência das atividades de controle e fiscalização exercidas pela Agência de Regulação de Serviços Públicos, Executivo propõe alterar legislação em v...
Aprovada mudança no prazo para pedir quitação de débitos
Expectativa do governo, autor do projeto, é que medida gere um aumento de arrecadação durante a pandemia
Lei autoriza ES a receber trecho de rodovia federal
Norma é um passo para estadualização de trecho compreendido entre o entroncamento da BR-101/ES-010 e o acesso norte à cidade de Vitória
Justiça debate cobrança de taxa de esgoto
O tema previsto em projeto de lei recebeu atenção do colegiado por conta da alta taxa cobrada da população em relação ao consumo de água